terça-feira, 1 de julho de 2014

RENAULT LANÇA NOVO SANDERO




Oito meses depois do lançamento do novo Logan, sua versão hatch chega ao mercado. O Novo Renault Sandero, além do design totalmente renovado, surpreende com um preço menor que o praticado pela versão antiga.



Novo Renault Sandero Dynamique 1.6


A reforma visual seguiu exatamente a mesma cartilha utilizada para seu irmão sedã: linhas mais suaves e modernas, melhores materiais no acabamento e a oferta de mais equipamentos de série em todas as versões. Até a coluna B ambos são exatamente iguais, enquanto no Novo Sandero tudo é diferente a partir das portas traseiras. Atrás, a placa permanece no para-choque, a tampa do porta-malas ganhou novos contornos e as lanternas, de desenho simples porém agradável, estão um pouco mais baixas que as anteriores e invadem a lateral do carro.



Dentro não há qualquer diferença em relação ao Logan. Os plásticos têm melhor aparência e toque mais agradável, enquanto o layout geral foi modernizado. Defeitos de ergonomia foram corrigidos e mais revestimento acústico foi inserido no carro, melhorando a vida a bordo. E como o Novo Sandero continua grandalhão, o espaço permanece sendo um de seus principais atrativos - o porta-malas manteve os 320 litros de capacidade, sendo um dos maiores do segmento.

Motor 1.0 16v

Motor 1.6 8v

Ainda a exemplo do que ocorreu com o Logan, a versão automática foi extinta no Novo Sandero; ela retornará no futuro. A oferta de motores também foi reduzida: sai de cena o 1.6 16v e ficam o 1.0 16v, que gera agora 80 cv e 10,5 kgfm de torque com etanol, e o 1.6 8v, que produz até 106 cv e 15,5 kgfm de torque também usando o combustível vegetal.

Novo Renault Sandero Authentique 1.0



A melhor notícia a respeito do Novo Sandero é o preço. A versão de entrada Authentique 1.0 16v, que antes custava mais de R$ 30 mil, tem agora preço sugerido de R$ 
29.890,00. E não pense que ela vem pelada de tudo: direção hidráulica com coluna regulável em altura, ar quente, desembaçador do vidro traseiro, regulagem interna dos retrovisores externos, abertura interna de porta-malas e tampa do tanque de combustível, ABS com EBD e airbag duplo são de série.







Com o motor 1.0 ainda é possível comprar a versão 
Expression 1.0 16V, que por R$ 5.100,00 a mais (custa R$ 34.990,00) traz, além da lista de equipamentos do Authentique, ar condicionado, computador de bordo, vidros elétricos nas portas dianteiras, travas elétricas, alarme, sistema de áudio double din com rádio, CD/MP3 player, entrada USB e Bluetooth, retrovisores e maçanetas externas na cor da carroceria e coluna B com acabamento preto. E se quiser mais potência nesta mesma versão basta pedir o motor 1.6, levando o preço a R$ 38.590,00.






A versão topo-de-linha do Novo Sandero é a 
Dynamique 1.6, que custa R$ 42.390,00. Por este preço ela traz os mesmos equipamentos da versão Expression, e ainda bancos com tecnologia CCT (mais confortáveis e ergonômicos), 
piloto automático, rodas de liga leve com aro de 15 polegadas, faróis de neblina, vidros elétricos nas portas traseiras, banco rebatível bipartido, volante multifuncional revestido em couro, retrovisores externos com comando elétrico e piscas embutidos.


A central multimídia Media NAV (que inclui GPS e câmera de ré) é opcional, bem como outros equipamentos e vários acessórios certificados pela Renault, como sensores de estacionamento e apêndices aerodinâmicos. O hatch mantém ainda os 3 anos de garantia ou 100 mil km rodados típicos da linha.


Mais versões ainda virão: o Novo Sandero Stepway será apresentado no Salão do Automóvel deste ano, a versão automática engrossará a lista e ninguém descarta a possibilidade de um Novo Sandero GT Line. As várias versões ajudaram o Sandero antigo a ter um excelente desempenho em vendas, trafegando entre 8 e 10 mil unidades comercializadas mensalmente. O Novo Sandero tem atributos mais que suficientes para melhorar esse quadro, possivelmente se tornando o maior sucesso da Renault brasileira em todos os tempos.

Um comentário:

  1. As mudanças na parte externa do carro não são tão perceptíveis, pelo menos em relação a versão 2014 http://novocarrobr.com.br/novo-sandero-2014/

    ResponderExcluir