terça-feira, 29 de dezembro de 2015

NISSAN VERSA UNIQUE X RENAULT LOGAN DYNAMIQUE X TOYOTA ETIOS PLATINUM (2ª PARTE)


Por Maximiliano Moraes
Colaboraram Rodrigo Rego e Eduardo Farah
Fotos: Maximiliano Moraes e Rodrigo Rego

Leia AQUI a primeira parte do comparativo



Fazer as vezes de carro da família não é tarefa fácil. Tem que agradar todo mundo em viagens e indo ao trabalho, às compras e ao lazer. Em tempo (passageiro, esperamos todos) de recessão não é fácil encontrar tudo o que se espera num mesmo pacote com custo acessível, resistência mecânica e confiabilidade na rede de assistência técnica. A proposta dos sedãs subcategorizados como "médio-compactos" é justamente esta, de atender a todas as demandas, não raro sendo o principal carro da casa.

Na primeira parte de nosso comparativo colocamos em pauta espaço, conforto, nível de equipamentos e design. Nesta segunda e última parte Nissan Versa Unique, Renault Logan Dynamique e Toyota Etios Platinum serão avaliados por seus dotes em desempenho, consumo, segurança e custo x benefício.

DESEMPENHO

Antes de ir direto aos números é bom analisar a forma como cada sedã entrega a força do motor. O Versa conta com um propulsor 1.6 16v do Nissan de 111 cv e 15,1 kgfm a 4.000 rpm utilizando etanol - o de maior potência. O Logan, que usa um motor 1.6 8v de 106 cv e 15,5 kgfm a 2.850 rpm com etanol, é o que tem maior torque. O Etios tem o menor motor, 1.5 16v, que entrega 96 cv e 13,1 kgfm a 3.100 rpm, sempre utilizando etanol. Os números, porém, não dizem tudo; importante é ver o comportamento de cada um na hora de acelerar. Comparamos as retomadas de velocidade dos 3 sedãs - dados que consideramos mais próximos à realidade - em 3 situações: 40 a 80 km/h em 3ª marcha, 60 a 100 km/h em 4ª marcha e 80 a 120 km/h em 5ª marcha.


Motor do Versa Unique é 1.6 16 v com 111 cv e 15,1 kgfm de torque



O Nissan é o mais potente e o mais pesado, com 1.088 kg. A relação peso x potência é de 9,80 kg/cv e peso x torque, de 72,05 kg/kgfm. Não deixa a desejar em baixa rotação, mas ele gosta mesmo é de giro e se mostra muito mais desenvolto acima de 3.500 rotações, quando o nível de ruído já se torna incômodo. Mesmo assim, as simulações mostraram que a melhor alternativa nas ultrapassagens, ainda que ele esteja longe de ser "chocho", é reduzir e deixar o sedã berrar. É para quem curte um comportamento mais arisco e gosta de usar o câmbio com mais frequência - que tem, inclusive, as trocas mais suaves do trio.
40 - 80 km/h (em 3ª) - 7,48 s
60 - 100 km/h (em 4ª) - 10,75 s
80 - 120 km/h (em 5ª) - 15,59 s


Logan Dynamique usa motor 1.6 8 v com 106 cv e 15,5 kgfm de torque

O Renault tem peso intermediário, o maior torque do comparativo e toda a força disponível mais cedo que nos rivais. A relação peso x potência é de 10,09 kg/cv e peso x torque de 69,03 kg/kgfm. Atende bem na estrada, com tempos muito parelhos aos do Nissan, e por ter torque pleno já disponível a 2.850 rotações ele se mostra o mais adequado para a condução urbana. Mas com força disponível numa faixa pequena, em rotações mais altas o motor gira à toa e o carro demora para ganhar velocidade. É para quem prefere uma condução econômica e familiar, fazendo uso do torque e evitando reduções desnecessárias. O que é bom, porque o câmbio do Renault é o mais longo e com trocas mais pesadas.
40 - 80 km/h (em 3ª) - 7,78 s
60 - 100 km/h (em 4ª) - 10,21 s
80 - 120 km/h (em 5ª) - 15,17 s


O Etios usa o menor e mais moderno propulsor do comparativo: 1.5 16v com abertura variável de válvulas, 96 cv e 13,1 kgfm de torque

O Toyota tem menos potência e torque, mas igualmente menos peso com meros 970 kg. As relações peso x potência de 10,10 kg/cv e peso x torque de 74,04 kg/kgfm fazem pensar que ele fica para trás em desempenho. Ledo engano: com sistema de abertura variável de válvulas, funcionamento suave e redondo e ótimo entrosamento entre motor e câmbio, ele é ágil na cidade e bastante ligeiro na estrada, surpreendendo com os melhores resultados em retomadas, em todas as medições. É para quem aprecia bom acerto mecânico, câmbio mais justo e gosta de ter o carro na mão.
40 - 80 km/h (em 3ª) - 6,43 s
60 - 100 km/h (em 4ª) - 9,94 s
80 - 120 km/h (em 5ª) - 13,50 s

Toyota Etios - 3
Nissan Versa - 2
Renault Logan - 2

CONSUMO


Toyota Etios tem o menor consumo...

Sempre aferimos o consumo de duas formas: pelas informações do computador de bordo, quando disponível, e pelo método "tanque-a-tanque", sempre abastecendo no mesmo posto e na mesma bomba. Renault Logan e Nissan Versa têm computadores de bordo e marcaram ao final do teste, respectivamente, 10,6 e 9,8 km/l de etanol consumidos em média. A medição tanque-a-tanque mostrou resultados ligeiramente inferiores, com 10,4 e 9,5 km/l.

O Etios não tem computador de bordo, mas a medição tanque-a-tanque acusou média de 10,9 km/l de etanol. Além do mais, durante a realização do comparativo os dois sedãs concorrentes precisaram de abastecimento mais vezes que o Toyota, mesmo passando pelos mesmos trechos, com médias de velocidade semelhantes e atendendo a todas as medições de desempenho seguindo os mesmos critérios. Com motor menor, tecnologicamente mais moderno e peso mais baixo, não é difícil entender sua frugalidade.

Considerando os resultados das medições "tanque-a-tanque" e a capacidade dos tanques de combustível, o Versa (41 litros) teria a menor autonomia, com parcos 389,5 km. O Logan (50 litros), com o maior tanque, conseguiria rodar bons 520 km. O Etios (45 litros) se valeria do consumo baixo para chegar 490 km adiante.

Toyota Etios - 3
Renault Logan - 2
Nissan Versa - 1

SEGURANÇA


...enquanto o Nissan Versa é o mais seguro...

Sistema ABS de freios e bolsas de ar (airbags) dianteiras são, todos sabem, obrigatórios em todos os carros de produção hoje no Brasil. Os 3 sedãs apresentam ainda EBD (auxílio eletrônico de frenagem de emergência), alarme e piscas embutidos nas carcaças dos retrovisores.

O Renault Logan é o único que conta com luzes traseiras que piscam de forma intermitente em frenagens bruscas. Também é o único com limitador de velocidade e 3 encostos de cabeça no banco traseiro, mas o passageiro do meio conta somente com cinto de segurança abdominal. O Nissan Versa não tem nada disso, mas compensa com 3 cintos de segurança traseiros e Isofix para fixação de cadeirinhas infantis. Ao comprador do Toyota Etios resta ficar com o básico.

Nissan Versa - 3
Renault Logan - 3
Toyota Etios - 1

CUSTO X BENEFÍCIO


E o Renault Logan tem o melhor custo x benefício

Fizemos as contas para saber, na ponta do lápis, qual sedã apresenta o melhor custo x benefício na hora da aquisição.

Quanto ao preço de compra, o mais completo é também o mais caro. O Nissan Versa Unique, que veio ao comparativo com o pacote Pack Plus (aerofólio, ponteira de escapamento cromada, tapetes exclusivos, frisos laterais e central multimídia mais completa), custa R$ 59.190,00 e a marca oferece 3 anos de garantia sem limite de quilometragem ao comprador. O seguro (*) ficou num patamar intermediário entre Logan e Etios (R$ 3.639,00), mas a franquia também é a mais dispendiosa (R$ 3.619,00).

O segundo mais caro do comparativo, o Toyota Etios Platinum, tem preço sugerido de R$ 56.490,00 e 3 anos de garantia sem limite de quilometragem, mas não entrega este valor em equipamentos. Pelo menos o seguro é o mais em conta, com apólice no valor de R$ 3.127,00 e franquia de R$ 2.794,00.

O valor mais em conta é pedido pela Renault para o Logan Dynamique: R$ 52.500,00. O nível de equipamentos é bastante satisfatório, apenas pouco inferior ao do Nissan Versa. A garantia também é de 3 anos, mas com limite de 100.000 km (o que chegar primeiro). O seguro é o mais caro dos 3, cotado em R$ 3.766,00, enquanto a franquia fica no patamar intermediário de R$ 2.959,00.

Uma curiosidade: somados os preços de compra e de seguro do Logan chegamos a um valor próximo ao de tabela para o Etios. Em seguida, somando o preço de compra ao do seguro do Etios, temos um valor ligeiramente superior ao do Versa. Por oferecer nível adequado de equipamentos e preço de compra bem mais baixo, apesar do seguro mais caro, o Logan vence o quesito. O Versa pode ser mais caro, mas tem seguro mais em conta e o melhor nível de equipamentos. O preço baixo de seguro do Etios, infelizmente, não compensa a falta de equipamentos e o visual espartano.

Renault Logan - 3
Nissan Versa - 2
Toyota Etios - 1

(*Seguradora Tokio Marine, apólice nova, condutor com 40 anos, filhos pequenos, garagem fechada, deslocamentos principalmente de casa para o trabalho e para lazer, carro reserva por 7 dias e serviço de plataforma com deslocamento de até 200 km.



Antes de dar o veredicto do comparativo é importante frisar que cada carro entrega qualidades que atendem a um tipo de público específico. Por andar frequentemente com crianças pequenas, precisar de espaço na cabine e no porta-malas e ter estilo de condução econômico, o Logan seria a minha escolha. Mas nossos repórteres Rodrigo Rego e Eduardo Farah também dirigiram todos os carros e tiveram opiniões distintas.



Rodrigo Rego - "O Logan é para quem preza custo x benefício e vê vantagens no uso Cruise Control, no baixo consumo de combustível e no bom espaço interno. O Etios parece-me o mais racional dos três por ter excelente motor, baixo consumo de combustível, porta malas maior que de sedãs médios e uma grande marca por trás do carro, sinônimo de qualidade no atendimento e no pós-vendas. Mas o Versao mais 'esportivado' dos 3, seria minha escolha. Sou solteiro, não preciso carregar tanta carga e gosto do fato de ele ter uma excelente central multimídia, além de ele ser o mais preciso em curvas e ter excelente gama de equipamentos."



Eduardo Farah - "Gostei dos 3 sedãs, mas para meu estilo de condução o Etios é o mais indicado. O conjunto mecânico é o melhor de todos, com ótimas respostas e uma 'pegada' que me agrada bem mais. Os outros sedãs, apesar de terem muitas qualidades, têm também defeitos que são marcantes demais - o Logan não responde bem em alta rotação e o Versa tem limitações em baixa. Prefiro a versatilidade que o sistema de abertura variável de válvulas proporciona."

Somadas as notas, porém, o Renault Logan se sagrou campeão do comparativo com 21 pontos. Mais espaçoso, mais barato, com design mais moderno, nível satisfatório de equipamentos de série e de segurança, consumo moderado e ótimo custo x benefício, ele superou o Nissan Versa (16 pontos), que traz mais equipamentos que todos, tem porte elegante e é bom de curva, mas é caro demais, e o Toyota Etios (13 pontos), que tem o melhor conjunto mecânico, o melhor desempenho geral mas tem design ultrapassado, a menor lista de itens de série e acabamento que deixa a desejar.

Um comentário: